2234

Câmara Municipal de Cícero Dantas

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Câmara Municipal de
Cícero Dantas

Vereadores discutem sobre local para remanejamento de marchantes durante reforma do Açougue Municipal

Fonte: Dhiogo Oliveira
20/10/2022 às 16h41

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O espaço para onde serão realocados os marchantes durante a reforma do Açougue Municipal de Cícero Dantas (BA), que está em fase de ordem de serviço, foi objeto de discussão na sessão desta terça-feira (18) no plenário da Câmara de Vereadores. Os parlamentares da bancada de oposição, Guilherme de Weldon (PDT) e Nenê de Nedito (PSD) comentara sobre a situação e expressaram a sua preocupação com as condições de trabalho para os comerciantes.

O vereador Guilherme, que foi quem levantou a discussão em torno do assunto, disse ter conversado recentemente com os marchantes, que lhe revelaram a ida de representantes da Secretaria Municipal de Infraestrutura ao açougue, para coletar o nome daqueles que atuam hoje no espaço. “Sobre esta questão do açougue, é algo que precisa ser planejado, precisamos saber qual é o local que irão colocar todos aqueles marchantes … se o local é realmente adequado para eles executarem os seus serviços. Então, eu peço, mais uma vez, uma atenção maior por parte do prefeito Ricardo e da Secretária Paula (Paixão, de Infraestrutura)g e de todas as pessoas que estão à frente daquela obra.”

Líder da bancada oposicionista e servidor da Secretaria Municipal de Infraestrutura, o vereador Nenê de Nedito se manifestou sobre a temática e trouxe detalhes de uma reunião da qual participou recentemente: “A ideia que ali surgiu foi essa aqui do Centro de Abastecimento e que iriam procurar uma maneira de acoplar todo mundo; tanto os barraqueiros que lá já existe, quanto a chegada dos marchantes. Iriam fazer uma adaptação ali na parte do fundo, no sentido vertical, que não atrapalhe a saída dos veículos das residências nem as barracas. A ideia é fazer um fechamento de madeira ou gesso muito proveitosa, e para os marchantes seria mel na chupeta, porque passariam de uma feira para outra.”

Nenê esclareceu que o local ainda não está definido, e que chegou a ser aventada uma segunda possibilidade, que porém, foi logo descartada. ” Alguém surgiu com a ideia de ir lá para o Parque de Exposições e a secretária Paula foi uma das que primeiro opinou ser contrária, porque estaria levando o pessoal pra um eixo totalmente fora do comércio, apesar de ser um local arejado, mas quem iria lá comprar carne?”